quinta-feira

Amor Sincero


De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.


(William Shakespeare)


Porque ainda acredito em amores eternos.
Porque o quanto amo só eu sinto.
Porque após tantos obstáculos ainda amo.
Porque sei que me amas.
Porque sei que nada nem ninguém nos há-de separar.
Porque te amo, e te amo, e te amo ainda um pouco mais...sempre.

7 comentários:

Maria disse...

Não sei se acredito em amor eterno, seria necessário acreditar em eternidade.
Prefiro dizer que acredito em amor para sempre...
O teu poema é uma bonita declaração de amor "sempre", Marias....

Beijinhos

Alquimia disse...

Para que o amor permaneça eterno é necessário que as pessoas envolvidas se comprometam a alimentar e cuidar da sua relação.

;)

Sol da meia noite disse...

Também acreditarei num amor assim... se um dia o puder viver, sentir...

Xis

Maria, Simplesmente disse...

Há muito que não sabia de ti vim ver como estavas.
Bj
Maria

muguet disse...

não há nada mais poderoso que o amor... aliado à vontade, faz o mundo pular e avançar...o mundo de cada um e o mundo de todos.

beijo...sabor a amar e ser amado :)

A Luz A Sombra disse...

Marias
Obrigada o teu comentário no A Luz A Sombra, e ainda bem que gostaste.
Este está reservado a menos fotografias.
Já viste os meus Graffitis, ou seja o "Meu Lirio Roxo"?
Se fores ver dá-me depois a tua opinião.
Bj
A Luz A Sombra
Maria

Te disse...

Foi bom relembrar Shakespeare, o Amor sincero... Um blog intenso e sentido. Um abraço de Luz! (espero q concretize o sonho de ir a Cabo Verde. Vale a pena)