sexta-feira

Anjo Condenado


Ó Deus se existes,
porque te escondes
além do pensamento que me deste?
Porque teceste
uma muralha de universo,
espalhada por mil nuvens de infinito
e me deixaste aqui,
poeira de vento,
a boiar no tempo,
um quase nada,
suspenso numa estrela
quase morta;
contando os dias de viver,
quando amanhecer;
julgando que o saber
é erudição que a fantasia tece...


Ó Deus se existes,
porque me fizeste
escravo de bom senso,
a adivinhar além do que parece?
juízo ancorado, quando penso,
candeia da pesquisa, risco,
passando as gerações de mão em mão?...
Será que sou apenas isto,
luz frouxa da razão,
no candelabro do limite
pendurada?
sombra de outra vida que passou?
traço no tempo e nada?
ou anjo condenado a não saber quem sou?


(Luís Rosa, in "Poemas de amar e Pensar um Pouco)

9 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Marias, Quero agradecer de todo o coração, as belas palavras, que deixas-te no meu cantinho de poemas.
Adorei este poema, diz muito ao meu coração!
Votos de um lindo fim de semana e deixo-te muitos beijinhos de amizade!
Fernandinha

Sol da meia noite disse...

Neste poema, a eterna interrogação...
O porquê da existência.

Tantas são as perguntas sem resposta. Persiste a inquietação... a procura...

Beijinhos, amiga * *
:-)

Delfim peixoto disse...

Vem numa dança

Maria, Simplesmente disse...

Marias:
Obrigada o teu comentário mas eu terminei com uma pergunta o que escrevi sobre a Senhora do Castelo.
O que escrevi é real. Está ali toda a verdade.
Terminei perguntando porque me lembrei hoje disto.
Põe a tua imaginação a trabalhar e descobre quem é aquela Senhora.
Beijos
Maria

tempoparaamar disse...

Sempre continuaremos sem sabermos o porqué da existência...
ps:Sim Marias percebi que o novo recomeço não poderá ser , mas sempe existe outro recomeço.Beijos

Erase disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erase disse...

É um belo poema!
Tens aqui um blog 5 estrelas! Descobri-o ao acaso e por curiosidade visitei-o e achei interessante. Também tenho um blog que é mesmo meu deixo-te o link, Marias, caso queiras visitar http://erasecolumn.blogspot.com

vimaguin disse...

...Luis Rosa sempre a nos encantar com sua poesia ímpar! lindo aqui...bjussss

Multiolhares disse...

Sempre nos interrogamos sobre a existência,
Talvez Deus saiba que somos uma tênue luz,
Mas não deixamos de ser uma chispa Divina,
Talvez se procurarmos bem dentro de nos possamos ativar essa luz
E faze-la mais resplandecente
bjs