quinta-feira

Porque me apeteceu esta liberdade!...


LIBERDADE


Aqui nesta praia onde

Não há vestígio de impureza,

Aqui onde há somente

Ondas tombando ininterruptamente,

Puro espaço e lúcida unidade,

Aqui o tempo apaixonadamente

Encontra a própria liberdade


(Sophia de Mello Breyner Andresen)

7 comentários:

Agulheta disse...

Olá amiga! Hoje é a segunda vez que leio Sophia! Muito bom porque é das minhas poetas preferidas,adorei.
Beijinho bfs

Maria disse...

E quem não gosta da Sophia e desta liberdade...

Um beijo, Marias

ParadoXos disse...

pureza!!

Euzinha disse...

Simples...
...lindo!

Multiolhares disse...

Somos nós que não encontramos essa liberdade
bjs

Sol da meia noite disse...

É livre, o tempo que sentimos aprisionar-nos...

Beijinho *

TristãoeIsolda disse...

Nada tanto nos seduz como o desejo de liberdade.

Abraço